Fórum Estadual de Alagoas

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Dados

Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente


COORDENAÇÃO COLEGIADA (2016-2018)

GOVERNAMENTAL

Virgínia de Araújo Gonçalves Ferreira , Ministério Público do Trabalho em Alagoas/Procuradoria Regional do Trabalho da 19ª Região

Telefone: (82) 99335.6182

Email: virginia.ferreira@mpt.mp.br

Maria Conceição Fernandes, Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social

Telefone: (82) 99976.4024

Email: mconceicaofernandes-2012@hotmail.com

Gardênia Souza Freitas Santana, Secretaria de Estado da Saúde/ Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Sesau/Cerest)

Telefone: (82) 98849.8018/3315.2759

E-mail: gardeniast.al@gmail.com

 

SOCIEDADE CIVIL

Ruthiléia Ferreira Barbosa,Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Alagoas

Telefone: (82) 99827.7773

E-mail: ruthileiabarbosa@gmail.com

Marta Queiroz, Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas

Telefone: (82) 99937.5000 / 99102.5408 / 98874.0942

Email: martasinteal@hotmail.com

Diglane Galvão Neto, Visão Mundial

Telefone: (82) 99608.9300

Email: diglane_galvao@wvi.org

 

SECRETARIA EXECUTIVA

Nelma Nunes, Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos

Telefone: (82) 99677.5878 

Email: da_gloria_nelma@hotmail.com / nelma.gloria@gmail.com

 


 


Contato

Respondendo> Virgínia de Araújo Gonçalves Ferreira

fetipat.al@gmail.com


Endereço

Rua Comendador Calaça, nº 1399 Sala FETIPAT- Poço, Maceió/Alagoas, CEP: 57025,-640 - Poço

Maceió - AL

Tel: (82) 99335.6182/99677.5878

Galeria de Arquivos

Destaques

Educação comemora 28 anos do ECA com seminário

O evento, que teve como tema “Não Proteger a Infância é Condenar o Futuro”, ocorreu em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e foi realizado no auditório da Casa da Indústria, no bairro

“Ciclo da pobreza só será rompido quando houver investimento em educação”, diz procuradora do MPT durante evento de 28 anos do ECA

Virgínia Ferreira afirmou que exploração do trabalho infantil é uma das causas da perpetuação da miséria; segundo dados da Fundação Abrinq, de 2015, 66% da população alagoana entre 0 a 14 anos estão n

Notícias da região