Fórum Estadual de Alagoas

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

03/02/2019 18:49:11 - Atualizado em 03/02/2019 18:49:25


No Verão, Trabalho Infantil Não

Campanha de combate ao trabalho infantil será lançada na Praia do Francês

A campanha é uma iniciativa do Governo do Estado em parceria com 35 municípios alagoanos. Em Marechal Deodoro, o lançamento acontece neste sábado (26).

Combater o trabalho infantil durante o período de alta temporada no município. É este o intuito da campanha de combate ao trabalho infantil “No Verão, Trabalho Infantil Não”, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social em parceria com o município de Marechal Deodoro, que visa realizar atividades nos municípios que possuem rios e praias. O lançamento da campanha que aconteceria na última sexta-feira (18) foi adiado devido as fortes chuva para este sábado (26). O lançamento acontece na Praia do Francês.

As equipes da Secretaria de Assistência Social de Marechal Deodoro farão uma observação em toda a praia para identificar as crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, além de crianças perambulando em situação de vulnerabilidade.

Para as crianças encontradas, serão distribuídas fichas para que participem de atividades que serão realizadas no local. As crianças serão identificadas e cadastradas pelas equipes.

Além disso, para banhistas, ambulantes e comerciantes no entorno da praia, serão distribuídos os materiais da campanha, com informações sobre a problemática e da ação.

Segundo a coordenadora das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI) em Marechal Deodoro, Heliete Amorim, o intuito é orientar a todos que estiverem na praia sobre o problema e a importância de combater o trabalho infantil.

“Com essa campanha nós iremos orientar e conscientizar a população sobre os malefícios que o trabalho infantil pode trazer para as crianças e adolescentes. Com essa ação conseguiremos identificar essas crianças e assim, realizar estratégias para que elas sejam tiradas dessa realidade”, explicou.

Outras ações

Em 2018, as equipes da Secretaria de Assistência Social realizaram uma ação de identificação das crianças em trabalho infantil no Pátio da Feira.

Além disso, são realizadas ações durante todo o ano, para que as crianças e adolescentes sejam identificadas e possam ser inseridas no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Mais de 43 mil crianças e adolescentes sofreram acidentes de trabalho nos últimos 11 anos no país

Entre os casos, estão mutilações, traumatismos, intoxicações e fraturas. Também há casos de acidentes fatais.

FNPETI se manifesta contra a extinção da Conaeti – Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil

Nota pública referente ao Decreto nº 9.759/2019, publicado no dia 11 de abril, no Diário Oficial da União.

FNPETI lança nova marca institucional

A nova marca celebra seus 25 anos de atuação pela eliminação do trabalho infantil no Brasil.

Rede Nacional debate ações para o enfrentamento do trabalho infantil no país.

O Brasil tem mais de 2,4 milhões de crianças e adolescentes entre cinco e 17 anos trabalhando, de acordo com dados do IBGE.