Fórum Estadual de Alagoas

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

08/02/2019 17:51:06 - Atualizado em 08/02/2019 17:52:08


TRT/AL sedia capacitação "Crescer sem Violência" oferecida a integrantes do Fetipat

Entre os profissionais estavam psicólogos, assistentes sociais, estagiárias e educadores da rede de ensino público do Estado.

O Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente Trabalhador de Alagoas (Fetipat/AL) realizou na quinta (07.02) e sexta-feira (08.02), no Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), uma oficina de capacitação para seus membros. Com o tema "Formação Crescer sem violência", o curso teve o  objetivo de disseminar conhecimentos sobre violências sexuais, e o direito à sexualidade sadia de crianças e adolescentes, bem como fomentar a discussão e a troca de informações para torná-los agentes multiplicadores.

    Foram utilizadas várias dinâmicas, com apresentação dos membros do Fetipat pela boneca Felícia e exposição dos mascotes do projeto Crescer sem Violência, Ariel e Dandara. Também foram exibidos vídeos lúdicos da série do projeto com os temas "Que criança é essa?", "Que corpo é esse?" e "Que abuso é esse?".

    Os participantes também receberam material escrito para subsidiar a criação de textos coletivos com a proposta de promover pensamento crítico sobre temas como sexo, gênero, direitos sexuais e direitos reprodutivos, expressão social de comportamentos de homens e mulheres,  visando entender o desenvolvimento psicossexual de crianças e de adolescentes. 

     Foram distribuídos folhetos com instruções para o atendimento às vítimas de violência sexual e dicas e informações para conscientizar a sociedade sobre as várias formas de violência. O material fornece os contatos telefônicos para realizações de denúncias - o "Disque Direitos Humanos", é acionado pelo 100; a Central de Atendimento à Mulher, pelo 180; a Polícia Militar, pelo 190; a Polícia Rodoviária Federal, pelo 191, e o  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pelo 192. Há, ainda, a Rede de Atenção às Vítimas de Violências Sexual (RAVVS). Esse serviço está disponível 24 horas e pode ser acionado através dos telefones (82) 0800 284 5415, 3315-2059 e 98882-9752. 

    Na reunião foram apresentados dados do "Disque Direitos Humanos 100", que mostraram que 61% das vítimas de abusos são meninas e que 39% dessas, tem menos de 11 anos de idade. Nesse contexto, foi enfatizado a importância de cada instituição que trabalha na defesa de  crianças e adolescentes. 

    Projeto "Crescer sem violência" é  uma pareceria entre o Canal Futura, o Unicef e Childhood, voltado para o enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes com metodologias próprias de formação de profissionais.

    As abordagens foram realizadas pelas multiplicadoras Jéssica Michelle, Veraleide Nazaré  e por Nelma Nunes, coordenadora geral do Fetipat/AL representante da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humano (SEMUDH). 

Fonte: TRT/AL


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Juiz da Infância alerta sobre a proibição do trabalho infantil no carnaval de Salvador

O juiz Walter Ribeiro, da 1ª Vara da Infância e Juventude de Salvador, publicou portaria estabelecendo parâmetros protetivos para que crianças e adolescentes participem das festas de carnaval.

Incêndio no Flamengo, clube mais rico do país, acende alerta de segurança em categorias de base

Reportagem do jornal El País aborda as condições dos jogadores mantidos em categorias de base nos clubes de futebol brasileiros.

Banco Mundial lança plataforma interativa para observar avanços dos objetivos globais

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável foi adotada pelos países-membros da ONU no fim de 2015.

Brasil é o 11º no ranking de abuso e exploração sexual infantil, revela relatório mundial

Reportagem da revista Crescer mostra dados do relatório Out of the Shadows, publicado pela revista britânica The Economist.