Fórum Estadual da Bahia

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

27/11/2017 09:52:09 - Atualizado em 27/11/2017 09:52:09


Auditores do Trabalho visitam bares e restaurantes para alertar sobre exploração infantil

Ação realizada no bairro do Rio Vermelho marcou o Dia Estadual de Enfrentamento à Exploração Sexual Infantil e ao Trabalho Infantil

A Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT-BA) promoveu no dia 26 de novembro uma ação em bares e restaurantes do bairro do Rio Vermelho, em Salvador, para lembrar o Dia Estadual de Enfrentamento à Exploração Sexual Infantil e ao Trabalho Infantil. Objetivo: conscientizar sobre os males do trabalho infantil. 
 
Na ocasião, foi firmada parceria com o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e a Associação da Guarda Municipal de Salvador. Ao longo do dia, foram visitados cerca de 30 bares e restaurantes do bairro. Os auditores-fiscais esclareceram aos comerciantes os riscos do trabalho infantil, sobretudo à noite, e entregaram cartazes publicitários da campanha informativa sobre a proibição do trabalho infantil, destacando a possibilidade de denúncias pelo Disque 100. 
 
Participaram da ação o coordenador do Projeto de Combate ao Trabalho Infantil, Antônio Ferreira Inocêncio, e a auditoria-fiscal do Trabalho Larissa Moreira. Antônio Ferreira explica que o bairro foi escolhido para a realização da ação por ser um local turístico e pela crescente busca de turistas por serviços sexuais infantis. 
 
De acordo com o coordenador, a operação foi bem recebida entre os comerciantes locais. “A ação foi importante para dar maior visibilidade à exploração sexual infantil, modalidade de trabalho infantil incluída entre as piores formas de trabalho infantil com base no Decreto Nº 6.481 e considerada crime de acordo com o artigo 218-B do Código Penal Brasileiro. A colaboração dos comerciantes superou as expectativas”, salientou. 
 
Além de Salvador, a ação foi proposta para os 125 municípios beneficiados pelo Programa Federal de Erradicação do Trabalho Infantil – Peti, com o propósito de se acelerar a erradicação do trabalho infantil. 
 

Fonte: Ministério do Trabalho


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Adolescente de João Pessoa morre durante trabalho em pedreira

Vítima tinha 16 anos e caiu de uma altura de 20 metros; o trabalho em pedreiras é uma das piores formas de trabalho infantil

Adolescentes viajam por 10 estados para falar de participação cidadã

Confira o relato do integrante do Conapeti, Felipe Caetano, sobre o projeto que divulga a importância da manifestação jovem

Trabalho infantil: uma conversa que foi além da sala de aula

Débora Garofalo, professora de São Paulo, conta à revista Nova Escola como motivou alunos a combater a evasão escolar

AP: Escritora produz livro sobre trabalho infantil na Amazônia

Publicação infantojuvenil 'Pescadores de Sonhos' foi impresso com o auxílio do MPT