Fórum Estadual de Goiás

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

15/10/2014 11:06:51 - Atualizado em 15/10/2014 11:06:51


SRTE/GO interdita frigorífico em Nazário

Dentre os 38 trabalhadores mantidos em ambiente insalubre e perigoso, um deles era menor de idade


A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE-GO), em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) interditou na última sexta-feira (10), um frigorífico de abate de bovinos na cidade de Nazário – GO, a 73 km da capital do estado.
 
Em um ambiente insalubre e perigoso havia 38 empregados, um deles menor de idade.  Não era fornecido pela empresa água potável nem equipamentos de segurança. Não havia lugar para as refeições, nem o descanso dos trabalhadores. As instalações elétricas estavam com “gambiarras” em vários pontos, existindo um grave e iminente risco de explosões de caldeiras (um recipiente cuja função é, entre muitas, a produção de vapor através do aquecimento da água), entre outras irregularidades.
 
Segundo o superintendente Regional do Trabalho, Arquivaldo Bites, o termo de interdição do estabelecimento elencou 14 situações de desrespeito às normas trabalhistas e que colocavam em risco à vida do trabalhador.
 
O coordenador da operação e auditor fiscal do trabalho, Roberto Mendes, disse que a situação encontrada era péssima.  “O trabalhador fazia suas necessidades fisiológicas e voltava para a área de produção do frigorífico sem lavar as mãos, pois no banheiro da empresa não havia água nem sabão.”
 
Além da interdição, a empresa sofrerá dezenas de autuações por infrações às normas de segurança e saúde no trabalho, especialmente as previstas na Norma Regulamentadora n.º 36.
 
Ação - Como a auditoria fiscal do trabalho encontra repetidas vezes casos semelhantes, a SRTE/GO realizará um seminário para orientar as empresas de frigoríficos, no dia 29 deste mês, das 9h às 18h, no Oliveiras Place, Rua T 36 Q 160, Setor Bueno – Goiânia-GO, com entrada franca.
 
 
 

Fonte: Assessoria de Imprensa/MTE


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Adolescente de João Pessoa morre durante trabalho em pedreira

Vítima tinha 16 anos e caiu de uma altura de 20 metros; o trabalho em pedreiras é uma das piores formas de trabalho infantil

Adolescentes viajam por 10 estados para falar de participação cidadã

Confira o relato do integrante do Conapeti, Felipe Caetano, sobre o projeto que divulga a importância da manifestação jovem

Trabalho infantil: uma conversa que foi além da sala de aula

Débora Garofalo, professora de São Paulo, conta à revista Nova Escola como motivou alunos a combater a evasão escolar

AP: Escritora produz livro sobre trabalho infantil na Amazônia

Publicação infantojuvenil 'Pescadores de Sonhos' foi impresso com o auxílio do MPT