Fórum Estadual de Goiás

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

25/09/2017 16:37:36 - Atualizado em 25/09/2017 16:37:36


FEPETI-GO cobra mais orçamento para infância e adolescência

Fórum participa de audiência na Câmara Municipal de Goiânia e solicita que políticas para crianças e adolescentes sejam prioridade

A presidente do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEPETI-GO), Ketleem Lima, cobrou que sejam destinados mais recursos para investimentos voltados para crianças e adolescentes em Goiânia (GO). 
 
A reivindicação aconteceu na última quinta-feira (21), em sessão ordinária na Câmara Municipal de Goiânia. "É histórico. Tudo o que é relativo à infância e à juventude é residual. Vota-se orçamento para demais ações e se sobrar, vota-se para crianças e adolescentes. A gente tem que mudar essa dinâmica. Lugar de criança e adolescente é no orçamento com prioridade. A gente tem que reverter a lógica de que se der a gente cuida da infância e juventude vulneráveis”, ressaltou, ao assumir a tribuna, oportunidade concedida pelo vereador Edmilson Pereira. 
 
O promotor do Ministério Público do Trabalho (MPT) Antonio Carlos Cavalcante, também participou da audiência. Ele ressaltou que o trabalho infantil perpetua a situação de pobreza ao induzir ao abandono escolar e aumenta a possibilidade de acesso apenas a trabalhos informais e até forçado na vida adulta. 
 
 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Prêmio MPT na Escola será entregue na segunda-feira

Foram 51 trabalhos classificados para a etapa nacional, dos quais 30 serão premiados em cerimônia em 11 de dezembro em Brasília

Trabalho infantil, racismo e manipulação nos dados da PNAD

Em artigo, procuradora do Trabalho Elisiane Santos declara que mais de 1 milhão de trabalhadores infantis estão invisíveis na pesquisa

Nota explicativa sobre os dados de trabalho infantil da PNAD Contínua 2016

Ao apresentar número absoluto de trabalho infantil, não foram somados os dados de crianças e adolescentes que trabalham para o próprio consumo

Salvador debate sobre extermínio da juventude negra

Audiência pública acontece na próxima terça-feira (28), como parte das ações do Novembro Negro na capital baiana