Fórum Estadual do Maranhão

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

08/03/2017 00:23:03 - Atualizado em 08/03/2017 12:55:25


FEPETIMA E MINISTÉRIO DO TRABALHO LANÇARAM CAMPANHA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL NO CARNAVAL

Campanha de combate ao trabalho infantil no carnaval, com tema: "No carnaval, crianças e adolescentes só tem lugar como brincantes! O Maranhão contra o trabalho infantil!".

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEPTETIMA) juntamente com a Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego (SMPE) lançaram quinta-feira (16) de fevereiro de 2017, campanha de combate ao trabalho infantil no carnaval, com tema: "No carnaval, crianças e adolescentes só tem lugar como brincantes! O Maranhão contra o trabalho infantil!".

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) de 2015 trouxe indicadores revelando que no  Maranhão aproximadamente 166.000 crianças e adolescentes são exploradas para o trabalho.

São trabalho precoce que deixam marcas físicas e psicológicas para sempre na vida destas crianças e adolescentes. “É preciso conscientizar a sociedade que a proteção destas crianças e adolescentes é responsabilidade de todos. Os dados da PENAD/IBGE de 2014/2015são uma realidade na capital e nos municípios do Maranhão, apesar da redução o trabalho infantil existe principalmente no setor da agricultura, as consequências destas atividades são atinge vários aspectos da vida das crianças e dos adolescentes na educação com aumento da evasão escolar; na saúde com hematomas e no aspecto físico na fragilidade da estrutura corpórea destas pessoas”, destacou à Secretária Executiva do Fepetima, Poliane Mendes. 

Para a campanha foi produzido dois outdoors colocados em avenida de grande movimentação da capital, cartaz que foi colocado nos ônibus e afixado nos órgãos e enviado para os municípios do estado e 03 (três) spots de 30s disponibilizados para as rádios parceiras. 

Os spots dizem o seguinte: 1 "No carnaval, crianças e adolescentes só tem lugar como brincantes! Diga não ao trabalho infantil! E lembre-se:  é proibido  qualquer trabalho para menores de 16 anos! O Maranhão  contra o trabalho infantil! Esta é uma campanha do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil do Maranhão em parceria com Ministério do Trabalho".

            2 "No carnaval, crianças e adolescentes só tem lugar como brincantes! Diga não ao trabalho infantil! E lembre-se: é proibido trabalho noturno para menores de 18 anos! O Maranhão  contra o trabalho infantil! Esta é uma campanha do FEPETIMA -  Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil do Maranhão em parceria com Ministério do Trabalho ".

            3 "No carnaval, crianças e adolescentes só tem lugar como brincantes! Diga não ao trabalho infantil! E lembre-se: é proibido  menores de 18 anos venderem bebidas alcoólicas! O Maranhão  contra o trabalho infantil! Esta é uma campanha do  Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil do Maranhão em parceria com Ministério do Trabalho ".

O Fórum conseguiu parcerias para divulgação nas rádios: Difusora AM/FM, Timbira AM, Universidade FM, Ilha FM entre outras. A divulgação foi o dia 05 de março. 

“As três piores formas de trabalho no carnaval são: Trabalho noturno, trabalho pra menores de 16 anos e venda de bebidas alcoólicas. O objetivo da campanha é fomentar discussão sobre o trabalho infantil e orientar a população para se conscientizar desta triste realidade, denunciando no Conselho Tutelar próximo ou através do disque 100, os denunciadas serão fiscalizadas e instituições multadas”, disse Franciana Ibiapina da (SMTE).

Participaram do evento a Superintendente do MTE, Léa Cristina, Coordenadora do Programa de Combate ao Trabalho Infantil da Superintendência do MTE, Franciana Ibiapina, Procurador do Trabalho, Marcos Rosa, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança  e do Adolescente de São Luís (CMDCA), Janicelma Fernandes e a Secretária do Fepetima, Poliane Mendes. O evento foi encerrado com a participação do grupo de cultura Arte Erê do Centro de Cultura Negra do Maranhão.

 

Fonte: Ascom FEPETIMA


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Cabe à Justiça do Trabalho autorizar artistas mirins, defendem juízes

Ação da Abert no STF que questiona competência da Justiça do Trabalho pode resultar em retrocesso

Fundação Abrinq divulga panorama da infância

Estudo reúne dados sobre a situação da infância e adolescência no Brasil, com informações sobre trabalho infantil

Exploração sexual é recorrente em embarcações da Amazônia

Em entrevista à Rádio Nacional, juíza paraense premiada pelo CNJ lembra que luta contra esse crime precisa envolver toda a sociedade

Câmara aprova PL de Escuta Protegida para crianças vítimas de violência

O projeto também prevê que um profissional qualificado participe da conversa