Fórum Estadual do Maranhão

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

08/03/2017 00:43:43 - Atualizado em 08/03/2017 07:09:38


FEPETIMA ASSUME A VICE PRESIDÊNCIA DO COETRAE

Reunião da Comissão Estadual do Trabalho Escravo (COETRAE), órgão colegiado da Secretária de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP).

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FEPETIMA) representanto pela Secretária Executiva, Poliane Mendes e o Assessor de Comunicação, Marcos Japi participaram nesta terça-feira (07) de março de 2017, da reunião da Comissão Estadual do Trabalho Escravo (COETRAE), órgão colegiado da Secretária de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP). A reunião aconteceu na sala de reunião da vice-governadoria.

À COETRAE será presidida pela SEDIHPOP, representada pelo Secretário, Francisco Gonçalves à vice-presidência será do FEPETIMA, representada pela Secretária Executiva, Poliane Mendes. Representando a Sociedade Cível terá ainda o Centro de Defesa da Vida de Açailândia e a Comissão Pastoral da Terra (CPT). O FEPETIMA na condição de Vice-Presidente coordenou uma parte da reunião com a saída do Presidente para uma agenda de compromisso.

“Colocamos o FEPETIMA a disposição da COENTRAE, não poderíamos perder essa oportunidade, será muito bom para inserir a temática do trabalho infantil e a proteção do trabalhador  adolescente nas ações de combate ao  trabalho escravo” disse a Secretária Executiva do FEPETIMA, Poliane Mendes. 

Fonte: Ascom FEPETIMA


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Cabe à Justiça do Trabalho autorizar artistas mirins, defendem juízes

Ação da Abert no STF que questiona competência da Justiça do Trabalho pode resultar em retrocesso

Fundação Abrinq divulga panorama da infância

Estudo reúne dados sobre a situação da infância e adolescência no Brasil, com informações sobre trabalho infantil

Exploração sexual é recorrente em embarcações da Amazônia

Em entrevista à Rádio Nacional, juíza paraense premiada pelo CNJ lembra que luta contra esse crime precisa envolver toda a sociedade

Câmara aprova PL de Escuta Protegida para crianças vítimas de violência

O projeto também prevê que um profissional qualificado participe da conversa