Fórum Estadual do Maranhão

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

26/12/2017 10:49:22 - Atualizado em 08/01/2018 18:03:19


I Concurso de Prosa e Poesia é realizado pelo FEPETIMA

FEPETIMA realiza solenidade de premiação dos alunos vencedores do I Concurso de Prosa e Poesia

O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no Maranhão (FEPETIMA) realizou quarta-feira (20) de dezembro de 2017 solenidade de premiação dos alunos vencedores do I Concurso de Prosa e Poesia realizado no mês de novembro com participação de alunos das escolas do ensino médio da rede estadual de ensino da região metropolitana de São Luís. 

A iniciativa premiou redações feitas por alunos sobre o tema “ Trabalho Infantil”. Dos 300 participantes, 18 redações foram selecionadas de seis escolas. Os vencedores foram Raiane Silva Pires (vencedora de São José de Ribamar ) do Centro de Ensino Ribeiro do Amaral de São José de Ribamar e Bruno Leonardo Silva Bezerra (Vencedor de São Luís) do Centro de Ensino da Maria José Aragão. 
A premiação foi um ipad pra cada aluno e para os professores orientadores. Os prêmios foram doados pelo Ministério Público do Trabalho da 16º Região fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TACs). 
Além dos alunos vencedores os outros professores, parceiros e alunos receberam um certificado de participação. 
Alunos participantes 
01 Thauane Barbosa Dutra do Nascimento do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga
02 – Ana Beatriz de Oliveira Carvalho do Centro de Ensino Ribeiro do Amaral
03 – Elisalva da Costa do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga 
04 – Danielle da Paixão de Sousa do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga
05 – Cinthya Carvalho de Praga do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga 
06 – David Correa Moraes do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga 
07 – Vivian Jordanna Carvalho de Melo Azevedo do Centro de Ensino Cidade Operária II 
08 – Walysson Viana Garcêz Cruz do Centro de Ensino Cidade Operária II 
09 – Ellen Maysa Ribeiro Lemos do Centro de Ensino Maria José Aragão 
10 –Ana Kesia da Costa do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga 
11 – Gilcilane Alves Dutra do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga 
12 - Naydson Lucas da Conceição Gomes do Centro de Ensino Cidade Operária II 
13 – Breno Pereira Silva do Centro de Ensino São José Operário 
14 – Noely Cristina Rodrigues do Centro de Ensino Cidade Operária II 
15 – Luma Lopes Reis do Centro de Ensino Cidade Operária II 
16 – Rita de Cássia Moraes da Costa do Centro de Ensino Professor Ignácio Rangel 
17 – Raiane Silva Pires (vencedora de São José de Ribamar ) – Centro de Ensino Ribeiro do Amaral
18 – Bruno Leonardo Silva Bezerra – Vencedor de São Luís – Centro de Ensino Maria José Aragão

“Primeiramente quero agradecer a Deus, pra mim foi um momento  de aprendizagem, adquiri mais conhecimento  sobre o tema, que muitas das vezes nós se esquecemos dele: trabalho infantil. Fiz o poema com intenção de abrir a nossa mente pra esse tema, e claro também agradecer pelo FEPETIMA, que estava a frente desse projeto, que continue assim, e prossigamos para um novo ano” falou Bruno, vencedor de São Luís.

Para Poliane Mendes Secretária Executiva do FEPETIMA “Foi um momento de muito aprendizagem neste concurso, ficamos muito feliz com o desempenho dos alunos na 2ª  edição vãos expandi pra outras escolas do Estado”. 

A solenidade contou a participação de professores, Presidente da União de Conselheiros e Ex Conselheiros Tutelares do Maranhão (UNICECTMA),  Dorian Azevedo Conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Ministério Público do Trabalho (MPT-MA).

“Foi de grande valia este concurso realizado pelo FEPETIMA, ações como esta possibilita debater temáticas que não fazem parte da grade curricular das escolas” destacou Luciano Aragão Procurador-chefe do MPT-MA.

#chegadetrabalhoinfantil#fepetima 

Fonte: Ascom FEPETIMA


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

FNPETI participa da 2ª Jornada Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Fórum aborda a vulnerabilidade de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil

Aumenta o número de crianças em situação de pobreza entre 2016 e 2017

IBGE divulga Síntese dos Indicadores Sociais. m 2017, dois em cada cinco trabalhadores do país eram informais

O gosto amargo do trabalho infantil e do trabalho escravo pode estar no chocolate

Para conscientizar os envolvidos na cadeia produtiva do cacau no Brasil, MPT e OIT divulgam pesquisa e documentário

Acesse o III Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador

Plano abrange os anos de 2019 a 2022 e está disponível no site do FNPETI