Fórum Estadual do Mato Grosso

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

16/02/2016 17:49:37 - Atualizado em 16/02/2016 17:49:38


Aplicativo receberá denúncias de trabalho infantil e violência contra a criança

O Governo do Estado e o Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti-MT) lançarão em parceria um aplicativo...

O Governo do Estado e o Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti-MT) lançarão em parceria um aplicativo para receber denúncias de trabalho infantil e das várias formas de violência contra a criança e o adolescente 
 
“O cidadão, em qualquer ponto do Estado, poderá registrar denúncia com foto da suspeita ou confirmação de violação dos direitos da criança e do adolescente. A denúncia, que poderá ser monitorada pelo mesmo aplicativo, será direcionada imediatamente a rede de proteção mais próxima do ocorrido”, detalha o secretário executivo do Fepeti-MT e secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Valdiney de Arruda.
 
Para tanto, basta que o cidadão possua um aparelho celular com tecnologia Android. A denúncia pode ser anônima ou não e o denunciante deve redigir um texto com informações básicas como o que presenciou, horário, localização, ponto de referência, e alguns detalhes sobre a criança e o ambiente onde o fato estaria ocorrendo. A denúncia poderá ser acompanhada de uma foto e que deve ser tirada no momento do fato.
 
O aplicativo, de acordo com a coordenadora do Fepeti-MT, Eliane Menacho, oferecerá vários tipos de violação aos direitos da criança e do adolescente para escolha do denunciante, como trabalho infantil, situação de rua, negligência e abandono, discriminação, violência física, violência sexual, tortura, tráfico de criança e adolescente e violência psicológica.
 
O Fepeti discute o enfrentamento ao trabalho infantil e possui como missão articular, sensibilizar e mobilizar as instituições governamentais, a sociedade civil, representantes dos empregadores e trabalhadores para a prevenção e erradicação do trabalho infantil no Estado de Mato Grosso.
 
Neste contexto, buscou apoio do governo para difundir o aplicativo em todo o estado, fazendo que todo cidadão mato-grossense tome conhecimento da ferramenta e a utilize caso se depare com situação de violação dos direitos da criança e do adolescente. “A partir deste ano vamos utilizar a tecnologia para receber estas denúncias e, verificada a veracidade, intervir, e salvaguardar a vítima”, completa o secretário Valdiney de Arruda.
 
A rede se proteção será formada pelos Conselhos Tutelares, Ministério Público do Trabalho (MPT), Secretarias de Trabalho e Assistência Social, Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. 
 

Fonte: 24horasnews


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

FNPETI realiza última plenária do ano

Encontro sucedeu oficina para discussão sobre participação de adolescentes com integrantes da rede do Fórum

Participantes de Seminário Nacional divulgam Carta de Brasília pela Erradicação do Trabalho Infantil

Documento conclama a necessidade de eliminação das piores formas de trabalho infantil, entre outros pontos

CONTAG repudia proposta de modalidade de ensino à distância no campo

Educação do campo precisa acontecer no campo e com currículos escolares ajustados ao contexto e à realidade dos povos do campo

MIEIB lança nota pública em defesa da democracia e dos direitos humanos

Nota refere-se ao contexto das eleições para Presidência do Brasil