Notícia

06/02/2017 17:29:24 - Atualizado em 14/02/2017 15:38:49


Prêmio MPT na Escola será entregue nesta quinta-feira

Celebração acontecerá no auditório da Procuradoria Geral do Trabalho, em Brasília

O Prêmio MPT na Escola realizará, na próxima quinta-feira (9), cerimônia de entrega para os estudantes vencedores. A cerimônia acontecerá em Brasília (DF), na sede da Procuradoria Geral do Trabalho, às 14h.

Entre os premiados estão os alunos da escola de Ensino Fundamental Antonieta Cals, licalizada em Acarati (CE), a 150 km da capital Fortaleza.

Pentacampeã regional na categoria “esquete teatral”, a turma também levou para casa o troféu nacional do Projeto MPT na Escola – iniciativa do Ministério Público do Trabalho presente em 395 municípios de todo o país. Com atuação nacional desde 2015, o programa estimula estudantes e educadores a abordarem a importância do combate ao trabalho precoce por meio de peças, contos, músicas, curta-metragens, pinturas e poesias.

A esquete “Antonieta no mundo do Peteca” traz a história de uma menina que, por imposição da madrasta, é vítima do trabalho infantil doméstico. O enredo, porém, mostra os prejuízos do trabalho na infância, ao derrubar os mitos que envolvem o trabalho precoce e apresentar, com delicadeza, a importância de proteger os direitos da criança e do adolescente.

Conheça a premiação

Criado pelo procurador-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho no Ceará, Antonio de Oliveira Lima, o MPT na Escola já atingiu mais de 34 mil professores e quase 650 mil alunos nas regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

Para o procurador, a iniciativa vem colaborando para que educadores, comunidades e representantes do Sistema de Garantia dos Direitos tenham papel fundamental no diagnóstico do trabalho infantil. “Muitas escolas realizam pesquisas a respeito do tema, o que tem sido um passo importante para a busca ativa da Assistência Social, que procura a família e tenta incluir as crianças em serviços de convivência”, comenta.

Confira os estados vencedores da categoria nacional e assista aos vídeos das escolas participantes em 2016, disponíveis no canal da premiação.

Fonte: Rede Peteca - Chega de Trabalho Infantil


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Mais de 22 mil crianças e adolescentes sofreram acidentes graves enquanto trabalhavam

Dados do Ministério da Saúde expõem uma das graves consequências do trabalho entre 5 e 17 anos

O perigo do trabalho infantil doméstico dentro e fora de casa

Crianças e adolescentes executam dupla jornada de trabalhar na rua e executar tarefas domésticas em casa

Trabalho infantil é tema de programa televisivo

Diálogo Brasil discute, com participação do FNPETI e do governo, aumento do trabalho infantil na faixa de 5 a 9 anos

Crianças e adolescentes lideram denúncias de violações dos direitos humanos

De acordo com levantamento do Disque 100, de 133 mil denúncias, 76 mil se referiam a pessoas com menos de 18 anos