Notícia

02/03/2017 17:00:32 - Atualizado em 02/03/2017 17:06:32


Sexta edição da Descolad@s é lançada em Brasília

Revista é totalmente pensada e redigida por adolescentes

Muita alegria, energia e empolgação tomaram conta do auditório do Museu da República, em Brasília (DF), na última quinta-feira (23/02), quando cerca de 80 adolescentes e jovens se reuniram em uma cerimônia todinha pensada por el@s e para el@s. O foco foi o lançamento da 6ª edição da revista Descolad@s, mas também estavam na pauta a celebração pelos resultados conquistados pelo projeto ONDA – Adolescentes Protagonistas ao longo dos anos e as relações de amizade e parceria construídas pelos meninos e meninas.

O evento foi aberto com dois jovens que participaram da primeira edição da revista contando sobre como surgiu a ideia da publicação e suas histórias até a chegada à sexta edição. “Para fazer uma revista dessa é preciso ter muito espírito investigativo. A comunicação é oportunidade de pensarmos sobre várias coisas que nos acontecem. Ser ativo em comunicação é uma tarefa muito difícil, mas também nos empodera muito”, avaliou Pedro Couto.

“Escrever para a Descolad@s era um desafio imenso. A gente se perguntava o que podia trazer de novo. A gente se envolvia com o tema, pesquisava sobre o assunto. Cada edição ajuda a gente a quebrar preconceito”, completou Raquel Ferreira.

Avaliação da revista 

Na sequência, todos os presentes foram divididos em grupos e convidados e fazer uma breve avaliação da nova edição da publicação. Eles foram provocados a refletir sobre diversos aspectos como, por exemplo, a importância da revista, como utilizá-la melhor e como ela pode contribuir no atual contexto de ameaça aos direitos humanos e de avanço do conservadorismo que estamos vivenciando no país.

As respostas foram várias, desde a importância de se ter jovens escrevendo para jovens até a importância que possui no processo de empoderamento, de fazer o/a jovem se reconhecer no meio em que vive.

Apresentações culturais

Como não poderia deixar de ser, a tarde de lançamento da Descolad@s também teve muita música, teatro, dança, poesia e reconhecimento. Uma das atrações foi a Cia de Teatro Bisquetes, composta por jovens moradores da Cidade Estrutural, região com o mais baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do DF, que trabalham temas relacionados aos direitos humanos nas suas montagens.

Desta vez, com uma apresentação especialmente produzida para a ocasião, as Bisquetes – como gostam de ser chamadas – trouxeram para o centro do debate as pautas trabalhadas na revista e também a correria do dia a dia, além de passagens específicas dos bastidores, como a tão falada senha “bolo de chocolate” para as reuniões aos sábados pelas manhãs.

O poeta, rapper e cientista político Marcelo Caetano comoveu a todos com uma poesia sobre ser negro no Brasil e o MC Nyl de Souza, do Observatório de Favelas, do Rio de Janeiro (RJ), partilhou suas experiências de atuação na comunidade onde vive.

As atrações culturais contaram, ainda, com a apresentação de dança cigana por meninas que moram no acampamento cigano localizado no Distrito Federal e que foram entrevistadas na sexta edição da Descolad@s. “Eu li sobre quem eu sou de verdade e não sobre o que as pessoas falam por aí”, destacou Daiana, uma das ciganas entrevistadas e que dançou lindamente durante o lançamento da revista. Saiba mais sobre a entrevista clicando aqui.

Sobre a Descolad@s

Totalmente pensada e redigida por adolescentes, a publicação aborda temas relacionados a direitos humanos e orçamento público e que afetam e envolvem diretamente os meninos e meninas.

A sexta edição da revista está recheada com matérias sobre comportamento (o uso de aplicativos de relacionamento, por exemplo), política, educação, gênero, sexualidade, entre outros. A capa foi inspirada na entrevista feita com jovens ciganos e que responderam sobre os desafios que seu povo enfrenta diariamente no enfrentamento ao preconceito que sofre há séculos por onde passa.

Da escolha das pautas até a definição do projeto gráfico de cada matéria, @s adolescentes participam de todas as etapas do processo. Mais do que isso, são eles e elas quem tomam as decisões, cabendo aos profissionais envolvidos apenas orientá-los no caminho que escolheram.

A revista Descolad@s é uma das produções que resultaram do projeto Adolescentes Protagonistas, iniciativa do Inesc que conta com o patrocínio da Petrobras. Os exemplares da revista serão distribuídos nas escolas públicas do Distrito Federal. Além disso, em breve, a publicação será disponibilizada para download no site do projeto.

Acesse as edições anteriores neste link

Fonte: Projeto ONDA


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

PE: Ribeirão e Goiana descumprem TAC sobre trabalho infantil e podem pagar multa

Entre as medidas descumpridas, estão o acompanhamento dos jovens e a organização de fóruns junto aos Conselhos Tutelares

Baixe mais de 30 cartilhas sobre enfrentamento à violência sexual

Site reúne materiais para orientar no combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes

Um em cada três projetos de lei sobre infância restringe direitos, diz Abrinq

Fundação critica propostas como Escola sem Partido, redução de maioridade e da idade mínima para o trabalho

Comitê Nacional divulga lista de agraciados do Prêmio Neide Castanha

Prêmio reconhece ações de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes