Notícia

12/04/2017 12:39:33 - Atualizado em 12/04/2017 12:42:24


Bebê de 3 meses é internado com hipotermia após gravar novela

Situação é inadmissível, configura trabalho infantil e exige a responsabilização de todos os envolvidos, alerta o FNPETI

Um bebê de três meses foi levado às pressas para o hospital com hipotermia após gravar uma cena de parto à beira de um rio para uma novela da emissora Globo. De acordo com a imprensa, a gravação ocorreu na última quinta-feira (6). A exposição ao frio fez com que a criança tivesse que ser internada, após a cena.

O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) alerta que a participação de uma criança em uma novela configura trabalho infantil, expressamente proibido até os 16 anos de idade. A partir dos 14, é permitida apenas a aprendizagem. No caso de trabalho infantil artístico, é necessária autorização do Judiciário para que ocorra.

Em qualquer caso, expor uma criança a uma situação de risco à integridade física é gravíssimo e exige a responsabilização de todos os envolvidos na situação, como a empresa e os pais da criança. 

Fonte: FNPETI


Deixe seu comentário

Login

Comentários (1)

NEUMA

21 de Abril de 2017 às 14:32:42
Quais providências foram tomadas em relação a família e emissora responsável por este caso absurdo?

Destaques

Prêmio MPT na Escola será entregue na segunda-feira

Foram 51 trabalhos classificados para a etapa nacional, dos quais 30 serão premiados em cerimônia em 11 de dezembro em Brasília

Trabalho infantil, racismo e manipulação nos dados da PNAD

Em artigo, procuradora do Trabalho Elisiane Santos declara que mais de 1 milhão de trabalhadores infantis estão invisíveis na pesquisa

Nota explicativa sobre os dados de trabalho infantil da PNAD Contínua 2016

Ao apresentar número absoluto de trabalho infantil, não foram somados os dados de crianças e adolescentes que trabalham para o próprio consumo

Salvador debate sobre extermínio da juventude negra

Audiência pública acontece na próxima terça-feira (28), como parte das ações do Novembro Negro na capital baiana