Notícia

31/10/2017 09:50:28 - Atualizado em 31/10/2017 09:50:29


Modelo de 14 anos entra em coma e morre após trabalhar por 13 horas consecutivas

Adolescente teve uma exaustão total e meningite crônica após excesso de trabalho na China

Escalada para desfilar em um evento de moda em Xangai, na China, a modelo russa Vlada Dzyuba, de 14 anos, foi submetida a 13 horas intensas de trabalho e teve um colapso. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, ela entrou em coma e morreu dois dias depois.
 
Vlada estava no país há três meses. No dia de sua morte, ela teve uma exaustão total e contraiu meningite crônica, que a levou ao coma minutos antes de fazer uma de suas últimas entradas na passarela. 
 
A agência que a contratou, segundo o jornal, não pagava seguro saúde para a adolescente e a forçava a trabalhar muitas horas além do permitido - ela poderia trabalhar somente 3 horas por semana. Agora a empresa está sendo acusada de promover trabalho escravo.
 
Oksana, mãe da menina, disse à publicação que sua filha a telefonou por algumas vezes nos intervalos reclamando de cansaço. "Ela me chamava e dizia: 'Mamãe, estou tão cansada. Eu quero tanto dormir'", relatou.
 
Pavel Mikov, ombudsman dos direitos humanos em Perm, cidade natal da modelo, disse que assumiria pessoalmente as investigações sobre o caso.
 
 

Fonte: Estadão


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

SINAIT comemora 30 anos de existência com seminário

“Seminário Internacional 30 anos da Constituição Cidadã e um ano da Reforma Trabalhista” reúne especialistas em Brasília

Aberta a votação do Eleitor Mirim, onde criança também tem voz!

Programa é realizado em anos eleitorais, com a contribuição de professores

FNPETI participa da cerimônia de posse do Comitê de adolescentes do CDCA

Mais de 30 adolescentes tomaram posse no Conselho do DF

FNPETI participa de roda de conversa com adolescentes e jovens do Programa Primeiro Passo

A importância do voto no exercício da cidadania e o papel dos políticos foram os temas da conversa