Notícia

13/12/2017 13:33:08 - Atualizado em 13/12/2017 13:33:08


Prêmio MPT na Escola reúne vencedores em Brasília

Estudantes receberam premiação nas categorias conto, curta-metragem, desenho, esquete teatral, música e poesia

Em solenidade na Procuradoria Geral da República, em Brasília, na segunda (11), estudantes, educadores, procuradores do trabalho e outras autoridades se reuniram para a premiação dos vencedores da etapa nacional do Prêmio MPT na Escola.
 
Criado por Antonio de Oliveira Lima, procurador do Ministério Público do Trabalho do Ceará (MPT-CE), o projeto visa erradicar o trabalho infantil por meio da conscientização da comunidade escolar. 
 
Em discurso no evento, o procurador ressaltou a importância da mobilização da base, envolvendo municípios, escolas, estudantes e famílias. “Queremos sensibilizar as pessoas, para que elas vejam as crianças como sujeitos de direitos, rompendo mitos e barreiras sociais”, disse.
 
Patrícia de Mello Sanfelici, coordenadora nacional da COORDINFÂNCIA (Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente), se emocionou ao dizer que o projeto permite que descubramos talentos nos mais diversos lugares do Brasil.
 
“Temos esperança que conseguiremos combater esse drama social que é o trabalho infantil. Esse prêmio traz a poesia para a calçada, o quadro para a exposição, o desenho para a nossa vista e a arte para a nossa vida”, disse Patrícia.
 
Também emocionados com a plateia repleta de crianças e adolescentes, as demais autoridades que compuseram a mesa ressaltaram a importância da erradicação do trabalho infantil para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes e rompimento do ciclo da pobreza.
 
Autoridades do trabalho participam da premiação
 
Participaram do evento o Procurador Geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), Ronaldo Curado Fleury, a subprocuradora geral do trabalho Heloísa Maria Moraes, os ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Lelio Bentes Corrêa e Delaíde Alves Miranda Arantes, a secretária-executiva do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) Isa de Oliveira e a coordenadora nacional do MPT na Escola Jailda Pinto.
 
Como acontece o projeto
 
No programa, educadores ganham formação sobre o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, sobre o trabalho adolescente protegido e o combate e prevenção do trabalho infantil.
 
Eles são convidados a criar planos de ação para suas escolas, na intenção de construir projetos, sempre acompanhados pelo MPT. O resultado é apresentado em encontros municipais e estaduais.
 
Por fim, são escolhidos os vencedores nacionais, divididos em seis categorias: conto, curta-metragem, desenho, esquete teatral, música e poesia. 
 
Para conhecer os trabalhos vencedores, clique aqui

Fonte: Chega de Trabalho Infantil


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

SINAIT comemora 30 anos de existência com seminário

“Seminário Internacional 30 anos da Constituição Cidadã e um ano da Reforma Trabalhista” reúne especialistas em Brasília

Aberta a votação do Eleitor Mirim, onde criança também tem voz!

Programa é realizado em anos eleitorais, com a contribuição de professores

FNPETI participa da cerimônia de posse do Comitê de adolescentes do CDCA

Mais de 30 adolescentes tomaram posse no Conselho do DF

FNPETI participa de roda de conversa com adolescentes e jovens do Programa Primeiro Passo

A importância do voto no exercício da cidadania e o papel dos políticos foram os temas da conversa