Notícia

05/06/2018 13:21:06 - Atualizado em 06/06/2018 09:25:52


FNPETI mobiliza comunidade escolar contra o trabalho infantil

Mais de mil alunos participaram de contação de histórias sobre direitos das crianças

Uma história com princesas, rei, super-heróis e personagens da Turma da Mônica, todos unidos na luta contra o trabalho infantil. Foi assim que os 1,2 mil alunos da Escola Classe 66, no Setor Habitacional Sol Nascente, receberam informações sobre seus direitos, sobretudo ao não trabalho. 
 
A atividade de contação de histórias ocorreu durante toda a segunda-feira (4). As crianças foram divididas em dois grupos em cada turno escolar. Em linguagem lúdica, foram informadas  que lugar de criança é na escola, com direito à saúde, educação, lazer, e não trabalhando. Souberam também que, em 12 de junho, o mundo inteiro realiza mobilizações pelo fim do trabalho infantil. 
 
Ao final, as crianças receberam um exemplar da edição especial sobre trabalho infantil da revistinha da Turma da Mônica, feita sob orientação do FNPETI. Os exemplares foram doados pela Fundação Maurício de Sousa. 
 
Para a diretora da Escola, Sandra Regina de Souza, foi uma imensa alegria poder participar de atividades. "Alguns de nossos alunos tem uma realidade de vida muito sofrida. Poder perceber que a escola está atenta a essa realidade e se preocupa em auxiliá-los no sentido de vencer essas dificuldades mostra para eles que estamos nos preocupando e de que eles não estão sozinhos nesse mundo", acrescentou.
 
Segundo a secretária executiva do FNPETI, Isa Oliveira, a experiência de levar o tema do trabalho infantil e dos direitos de crianças de forma lúdica ao ambiente escolar foi uma experiência exitosa que deve se repetir em outras ocasiões. 
 
A ação faz parte da programação de 12 de Junho, Dia mundial e nacional de combate ao trabalho infantil, e foi realizada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) em parceria com o Fórum PETI-DF e o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal e no Tocantins (MPT DF/TO). 
 
Estiveram presentes as representantes do FNPETI a secretária executiva do FNPETI, Isa Oliveira, a assessora técnica Tânia Dornellas, a procuradora do Trabalho coordenadora regional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente do MPT no Distrito Federal, procuradora Ana Maria Villa Real e a assessora da Secretaria da Criança do Distrito Federal, Mariana Asevedo. 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (2)

Jakeline

07 de Junho de 2018 às 16:51:16
Boa tarde! Gostaria de saber se os exemplares da revistinha da Turma da Mônica podem ser doados para os serviços que realizarão programação sobre a temática.

Vânia

05 de Junho de 2018 às 15:53:46
Muito válida a iniciativa!!

Destaques

FNPETI participa da 2ª Jornada Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Fórum aborda a vulnerabilidade de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil

Aumenta o número de crianças em situação de pobreza entre 2016 e 2017

IBGE divulga Síntese dos Indicadores Sociais. m 2017, dois em cada cinco trabalhadores do país eram informais

O gosto amargo do trabalho infantil e do trabalho escravo pode estar no chocolate

Para conscientizar os envolvidos na cadeia produtiva do cacau no Brasil, MPT e OIT divulgam pesquisa e documentário

Acesse o III Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador

Plano abrange os anos de 2019 a 2022 e está disponível no site do FNPETI