Notícia

29/08/2018 13:12:19 - Atualizado em 29/08/2018 13:12:20


FECTIPA-MG divulga moção de repúdio contra redução de vagas de Aprendizagem

Documento critica a tentativa de alteração da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)

O Fórum de Erradicação e Combate ao Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador de Minas Gerais (FECTIPA-MG) divulgou, nesta terça-feira (28), uma moção de repúdio contra a alteração da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). A mudança acarretaria drástica redução na quantidade de vagas de Aprendizagem. 
 
"A redução no número de aprendizes terá impactos extremamente danosos na área de educação, vez que a aprendizagem é importante instrumento de combate à evasão escolar, por prever a matrícula e frequência escolar como requisitos de validade do contrato", ressalta o FECTIPA.
 
"A aprendizagem também é importante instrumento de prevenção e erradicação ao trabalho infantil, já que garante aos adolescentes, maioria dos contratados nessa categoria, o trabalho digno, com qualificação profissional, jornada reduzida de trabalho, acompanhamento de instrutores e tutores. Aliás, o modelo de aprendizagem adotado pelo Brasil tem inspirado outros países como instrumento de prevenção e erradicação do trabalho infantil e como modo eficaz e digno de assegurar o ingresso do jovem no mercado de trabalho", acrescenta. 
 
Para acessar a moção na íntegra, clique aqui

Fonte: FECTIPA-MG


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

FNPETI realiza última plenária do ano

Encontro sucedeu oficina para discussão sobre participação de adolescentes com integrantes da rede do Fórum

Participantes de Seminário Nacional divulgam Carta de Brasília pela Erradicação do Trabalho Infantil

Documento conclama a necessidade de eliminação das piores formas de trabalho infantil, entre outros pontos

CONTAG repudia proposta de modalidade de ensino à distância no campo

Educação do campo precisa acontecer no campo e com currículos escolares ajustados ao contexto e à realidade dos povos do campo

MIEIB lança nota pública em defesa da democracia e dos direitos humanos

Nota refere-se ao contexto das eleições para Presidência do Brasil