Notícia

03/10/2018 09:59:26 - Atualizado em 03/10/2018 09:59:27


FNPETI participa de roda de conversa com adolescentes e jovens do Programa Primeiro Passo

A importância do voto no exercício da cidadania e o papel dos políticos foram os temas da conversa

A secretária executiva do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), Isa Oliveira, e a assessora Tânia Dornellas, participaram de uma roda de conversa com 30 adolescentes do Programa Primeiro Passo, na Casa de Ismael, em Brasília. 
 
O encontro, que ocorreu na segunda-feira (1º), abordou a importância do voto no exercício da cidadania e para o fortalecimento da democracia e o papel de cada cargo eletivo. 
 
Isa Oliveira falou também sobre a Campanha #votepelosdireitos, realizada pelo Fórum e parceiros nas redes sociais para chamar a atenção para a importância de escolher representantes que priorizem os direitos humanos, em especial de crianças e adolescentes. Para participar, basta postar conteúdos com a hashtag #votepelosdireitos
 
Primeiro Passo
O Programa Primeiro Passo para o Trabalho é o nome do Programa de Formação de Jovens Aprendizes do Setor de Educação Socioprofissional da Casa de Ismael – Lar da Criança, e visa a formação profissional, pessoal e cidadã de adolescentes em situações de vulnerabilidades.
 
O Programa se fundamentada na Lei 10.097/2000, conhecida como Lei do Aprendiz e funciona em parceria com as empresas da localidade, onde os jovens executam tarefas que auxiliam sua formação prática durante quatro horas/dia em quatro dias na semana. No outro dia da semana o jovem participa da aprendizagem teórica ofertada na Casa de Ismael – Lar da Criança.
 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

FNPETI participa da 2ª Jornada Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora

Fórum aborda a vulnerabilidade de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil

Aumenta o número de crianças em situação de pobreza entre 2016 e 2017

IBGE divulga Síntese dos Indicadores Sociais. m 2017, dois em cada cinco trabalhadores do país eram informais

O gosto amargo do trabalho infantil e do trabalho escravo pode estar no chocolate

Para conscientizar os envolvidos na cadeia produtiva do cacau no Brasil, MPT e OIT divulgam pesquisa e documentário

Acesse o III Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador

Plano abrange os anos de 2019 a 2022 e está disponível no site do FNPETI