Fórum Estadual do Pará

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

26/02/2019 16:47:01 - Atualizado em 26/02/2019 16:47:01


Santarém mobiliza agentes para combater trabalho infantil

Um total de 581 pessoas serão treinadas na área urbana e rural do município.

Foto: Fernando Nobre - ASCOM Seduc e Agência Pará
 
Da Redação integrada de O Liberal
 
O Ministério Público do Trabalho e a Prefeitura de Santarém, no Oeste do Pará, vão capacitar 581 pessoas para atuarem na identificação do trabalho infantil doméstico em regiões de Santarém. Agentes comunitários de saúde (ACSs) devem participar das capacitações. O objetivo é combater o trabalho infantil, prática proibida. 
 
Desses, 243 agentes da região de Rios e Planalto, serão capacitados em dois dias, nesta quarta-feira (27) e na quinta-feira (28), de 8h às 17h. Outros 338 agentes de áreas  urbanas serão capacitados nos dias 27 e 28 de março. 
 
As equipes serão formadas com ajuda de pessoas das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) e da mobilização da vigilância socioassistencial e planejamento da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) da Prefeitura de Santarém. 

Fonte: O Liberal


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

MPT oferece curso sobre combate ao trabalho infantil para conselheiros tutelares

As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 15 de março. O curso é a distancia e começa no dia 1º de abril.

Mais de 1,8 mil crianças e adolescentes foram retiradas do trabalho infantil em 2018

Muitos estavam trabalhando em lava a jatos, oficinas mecânicas e borracharias e no comércio de bebidas alcoólicas. Os dados são da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT).

Procuradora diz que jovens atletas são tratados como "commodities"

Rede pró-infância e juventude critica mercantilização de base

Juiz da Infância alerta sobre a proibição do trabalho infantil no carnaval de Salvador

O juiz Walter Ribeiro, da 1ª Vara da Infância e Juventude de Salvador, publicou portaria estabelecendo parâmetros protetivos para que crianças e adolescentes participem das festas de carnaval.