Fórum Estadual do Rio Grande do Sul

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

18/10/2016 15:04:38 - Atualizado em 18/10/2016 15:05:16


Exposição “Um Mundo Sem Trabalho Infantil” chega a Porto Alegre

Lançamento ocorrerá em 24 de outubro, mas acervo estará disponível para visitação a partir desta quarta-feira (19)

A cidade de Porto Alegre (RS) recebe, a partir desta quarta-feira (19), a exposição itinerante “Um Mundo Sem Trabalho Infantil”. Organizada com acervo do Tribunal Superior do Trabalho e parceiros, a exposição chama a atenção, por meio de fotos, painéis, documentos e conteúdo interativo, para chamar a atenção sobre os prejuízos causados pelo trabalho em crianças e adolescentes. 

A iniciativa é do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), com o apoio do Programa Arise, que é uma conjunta da Organização Internacional do Trabalho (OIT), JTI e Winrock International para ajudar a prevenir e eliminar o trabalho infantil nas comunidades produtoras de tabaco. 

O lançamento oficial ocorre na próxima segunda-feira (24), às 15h30,  mas o acervo estará disponível para visitação a partir de 19 de outubro, no segundo piso do Praia de Belas Shopping, em frente à Livraria Saraiva. 

Serviço:
O que: Exposição “Um Mundo sem Trabalho Infantil
Quando: 19 de outubro
Onde: Praia das Belas Shopping, Avenida Praia das Belas, número 1181, Porto Alegre (RS)
 
 


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Governo paralisa combate a trabalho infantil e escravo

Recursos acabaram na semana passada; entidades de defesa de direitos pedem audiência com ministro do Trabalho

Igreja é condenada a pagar R$ 100 mil a jovem por exploração de trabalho infantil durante 3 anos

Jovem trabalhava das 7h às 23h entre 2012 e 2015 em igreja em João Pessoa

Produção acadêmica contribui para enfrentar o trabalho infantil

Conheça trabalhos realizados por pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba sobre inserção precoce no trabalho

Governo veta prioridade para metas do PNE no orçamento de 2018

Para FNPETI, decisão compromete a redução do trabalho infantil e agrava exclusão escolar