Fórum Estadual de Roraima

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

20/03/2017 16:30:22 - Atualizado em 20/03/2017 16:30:23


Boa Vista debate trabalho infantil no município

Ministério do Trabalho, em conjunto com o Peti municipal de Boa Vista (RR), promove encontro com conselheiros tutelares

O trabalho infantil foi tema de encontro em Boa Vista, capital de Roraima. Conselheiros tutelares, representantes do PETI municipal e do Ministério do Trabalho se reuniram na sede da Superintendência Regional do Trabalho no estado no último dia 6.

O objetivo da reunião era fixar um fluxograma de denúncias que envolvem trabalho infantil entre os três órgãos e divulgar as ações promovidas pelo PETI Municipal de Boa Vista e pela Auditoria-Fiscal do Trabalho.

Também foi apresentada uma palestra aos Conselheiros Tutelares sobre trabalho infantil. Segundo a auditora-fiscal do Trabalho, Thais Silva de Castilho, que também é coordenadora do Projeto de Combate ao Trabalho Infantil, a palestra foi de grande importância para que conselheiros tutelares saibam identificar situações de trabalho infantil e, assim, encaminhar as denúncias recebidas ao Ministério do Trabalho e ao PETI.

Fonte: Ministério do Trabalho


Deixe seu comentário

Login

Comentários (1)

18 de Agosto de 2017 às 18:00:25
PAU NU CU DE VCS SEUS FILHO DAS PUTAS VA SE FUDE SEUS ARROMBADOS DO KARALHO

Destaques

IV Conferência Mundial sobre Erradicação do Trabalho Infantil divulga declaração de Buenos Aires

No documento, participantes da Conferência reiteram o compromisso com a erradicação do trabalho infantil

Gigantes da tecnologia não fazem o suficiente para evitar trabalho infantil

Pesquisa sobre empresas de eletrônicos e de carros mostra que existem “pontos cegos” nas cadeias de fornecedores de cobalto

Conanda seleciona adolescentes para participarem de Comitê

Inscrições terminam em 10 de dezembro; a seleção será via internet

Negros são maioria no trabalho infantil

Ao todo, 63% das crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil são negros; no trabalho infantil doméstico, esse índice se acentua para 73,5%