Fórum Estadual de Santa Catarina

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

07/06/2018 11:06:39 - Atualizado em 07/06/2018 11:06:40


Juíza alerta pais e estudantes de Joaçaba para as consequências do trabalho infantil

Magistrada falou sobre Programa do Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem e informou sobre os mitos e verdades sobre o trabalho infantil

Conscientizar pais e filhos sobre os malefícios do trabalho precoce. Esse foi o objetivo da palestra da juíza da VT de Joaçaba Lisiane Vieira direcionada a pais e alunos de oficinas de cultura mantidas por um teatro local, em parceria com as prefeituras de Joaçaba e de Herval D' Oeste. As oficinas oferecem gratuitamente a cerca de 500 crianças e jovens dos dois municípios atividades como música, teatro, dança e outros.
 
A magistrada falou sobre o Programa do Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem da Justiça do Trabalho e ressaltou a importância do debate na sociedade sobre os mitos e verdades em torno do trabalho infantil. Apresentou as estatísticas que demonstram como o ingresso precoce no mercado de trabalho afasta as crianças e jovens da escola e como eles são mais suscetíveis à ocorrência de acidentes e doenças laborais, seja pela falta de informação e de experiência ou pelas estruturas corporais em formação.
 
Lisiane Vieira apontou também as soluções que o Programa preconiza: estímulo à aprendizagem, de forma a incluir o jovem no mercado com adequada profissionalização, e não como mão de obra barata, e o apoio a iniciativas culturais, esportivas e de desenvolvimento científico como forma de manter a criança e o jovem na escola em tempo integral, mostrando-lhes as possibilidades que terão no futuro se continuarem os estudos.
 
“Os concursos de redação e desenho e o teatro realizados ano passado em nossa região nos demostraram quantos jovens e crianças talentosos existem em nossa região. Temos de mantê-los na escola”, afirmou a magistrada, que fará nova palestra sobre o tema no próximo dia 12, data em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, durante o 1º Simpósio de Prevenção e Erradicação ao Trabalho Infantil da AMMOC (Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense).
 

Fonte: Secretaria de Comunicação Social - TRT/SC


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Mais de 43 mil crianças e adolescentes sofreram acidentes de trabalho nos últimos 11 anos no país

Entre os casos, estão mutilações, traumatismos, intoxicações e fraturas. Também há casos de acidentes fatais.

FNPETI se manifesta contra a extinção da Conaeti – Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil

Nota pública referente ao Decreto nº 9.759/2019, publicado no dia 11 de abril, no Diário Oficial da União.

FNPETI lança nova marca institucional

A nova marca celebra seus 25 anos de atuação pela eliminação do trabalho infantil no Brasil.

Rede Nacional debate ações para o enfrentamento do trabalho infantil no país.

O Brasil tem mais de 2,4 milhões de crianças e adolescentes entre cinco e 17 anos trabalhando, de acordo com dados do IBGE.