Fórum Estadual de Sergipe

  • Noticias

  • Agenda

  • Biblioteca

  • Contato

Notícia

18/12/2017 17:18:13 - Atualizado em 18/12/2017 17:18:14


Estudantes são premiados em concurso de redação sobre importância de combater o trabalho infantil

Concurso foi promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho, localizado em Aracaju

Alunos do ensino médio da rede pública estadual foram premiados na manhã desta sexta-feira, 15, no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 20ª Região, localizado em Aracaju. Os jovens participaram do Concurso de Redação que fez parte do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e das comemorações dos 25 anos do TRT. O primeiro colocado foi John Lennon Santos Valença, estudante do Colégio Estadual Maria Rosa de Oliveira, de Tobias Barreto, unidade escolar circunscrita à Diretoria Regional de Educação 2 (DRE 2), já o segundo lugar foi da jovem Sabryna Tacyla Feitosa, do Colégio Estadual Emiliano Guimarães, em Malhada dos Bois, na DRE 6. O terceiro lugar ficou com o estudante José Israel Cavalcanti Santos, do Colégio Estadual Prof. Gonçalo Rolemberg Leite, da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA).
 
Participaram da iniciativa 49 escolas e 134 redações com o tema " A importância do Combate ao Trabalho Infantil para a Sociedade Brasileira". O primeiro colocado ganhou um notebook, e o segunda e terceiro colocados receberam um smartphone. Os professores que orientaram as produções também foram premiados.
 
Na cerimônia de premiação a diretora do Departamento de Educação (DED), Gabriela Zelice, representou o secretário de educação, Jorge Carvalho. Ela explicou que os estudantes de todas as DREs participaram da atividade. "Esses concursos de redação é o momento que permite uma maior valorização do trabalho dos nossos alunos. O jovem precisa deste reconhecimento, parabenizo o TRT por ter promovido esta iniciativa", elogiou. "Escrita e leitura é algo desafiador e um concurso de redação vem mostrar que esta prática é importante e que há a valorização de quem sabe escrever bem", complementou.
 
Para Ludimila Dinelli, assessora jurídica do TRT e uma das organizadoras do concurso em Sergipe, todos os alunos que participaram do concurso estão de parabéns. "Essa iniciativa é de extrema importância, pois estimula a produção dos jovens da rede pública estadual. É válido mencionar que foi muito difícil selecionar os conteúdos que conquistaram os primeiros lugares por conta do elevado nível das redações", declarou.
 
O diretor da DRE 2, Marcelo Eduardo Nunes de Mesquita, ressaltou que o Governo de Sergipe, por meio das ações da Secretaria de Estado da Educação (Seed), vem somando esforços para melhorar a qualidade do ensino público. "É gratificante receber a notícia que um aluno da DRE 2 obteve um resultado tão significativo. O apoio do secretário Jorge Carvalho é primordial no que se refere aos avanços no cenário educacional sergipano", comentou.
 
Emoção e comemoração
 
Todos os alunos premiados receberam uma placa e comemoraram juntos com os familiares. O primeiro colocado reconheceu que o apoio dos pais e professores foi essencial. "Fiquei muito feliz com a notícia que a minha redação foi premiada. Participei do concurso com o propósito de desenvolver mais as minhas habilidades no que tange a produção escrita, mas conforme fui pesquisando sobre o tema, me apaixonei cada vez mais. É necessário que haja discussões e reflexões sobre a problemática do trabalho infantil", disse.
 
A segunda colocada, Sabryna Tacyla Feitosa, também afirmou que o incentivo dos pais e professores foram de extrema importância. "É imensa a minha alegria, pretendo continuar neste caminho de busca do conhecimento. Além disso, confirmei que é possível lutar para conquistar todos os meus sonhos e objetivos", anunciou.
 
José Israel Cavalcanti Santos, o terceiro colocado, não poupou elogios ao comentar a respeito da atuação dos professores do Colégio Estadual Prof. Gonçalo Rolemberg Leite. "Na rede pública estadual contamos com o trabalho de educadores altamente preparados. Estou lisonjeado com esta premiação e o apoio e incentivo da professora de redação foi fundamental, antes eu não gostava tanto de redação e hoje reconheço a importância da produção escrita", finalizou.

Fonte: Secretaria de Estado da Educação


Deixe seu comentário

Login

Comentários (0)

Destaques

Adolescente de João Pessoa morre durante trabalho em pedreira

Vítima tinha 16 anos e caiu de uma altura de 20 metros; o trabalho em pedreiras é uma das piores formas de trabalho infantil

Adolescentes viajam por 10 estados para falar de participação cidadã

Confira o relato do integrante do Conapeti, Felipe Caetano, sobre o projeto que divulga a importância da manifestação jovem

Trabalho infantil: uma conversa que foi além da sala de aula

Débora Garofalo, professora de São Paulo, conta à revista Nova Escola como motivou alunos a combater a evasão escolar

AP: Escritora produz livro sobre trabalho infantil na Amazônia

Publicação infantojuvenil 'Pescadores de Sonhos' foi impresso com o auxílio do MPT